Fundação Cultural divulga balanço da 35ª Festa Pomerana

Na manhã desta quinta-feira, dia 29 de março, a Fundação Cultural de Pomerode convocou uma coletiva de imprensa para fazer a prestação de contas referente à realização da 35ª edição da Festa Pomerana, com a solenidade de assinatura dos documentos pelo prefeito Ércio Kriek. A festividade terminou com um saldo positivo, porém apertado. Movimentando indiretamente quase 4 milhões de reais na economia do município, a arrecadação líquida acabou sendo de R$ 396.887,91. Este valor, destinado à Fundação Cultural, serve para reinvestimento em edições futuras da festa e também como um fôlego para o caixa da própria fundação. O valor arrecadado foi de cerca de 400 mil reais a menos que na edição anterior, que contou com cerca de 85 mil ingressos comercializados. Na edição de 2018, o número de ingressos foi de 87 mil, mas a quantidade de não-pagantes e de ingressos cortesia acabou subindo de 17 mil para mais de 28 mil pessoas que entraram gratuitamente nos pavilhões da Festa Pomerana. O número de pessoas com traje típico também aumentou: de 8.374 no ano passado para 9.222 na edição atual da festa. Segundo a organização, outros setores do evento, como estacionamento, venda de bebidas, restaurante e Biergarten, também tiveram queda na comparação com a edição de 2017.

Conforme a presidente da Fundação Cultural, Darli Bahr Bernardino, mesmo a festa deste ano tendo público recorde, a situação econômica do país e o mau tempo nos dias do evento foram decisivos para a redução da receita. Ouça abaixo a entrevista da presidente da Fundação Cultural para a Rádio Pomerode.

Os Clubes de Caça e Tiro, protagonistas dos desfiles e também integrantes da organização do evento, receberam um cheque de 2 mil reais da Fundação Cultural pela colaboração na festa, como auxílio para seus mantimentos. Lídio Brych, o Xepa, presidente da Associação dos Clubes de Caça e Tiro de Pomerode, lembrou que a cerimônia de escolha das realezas e o baile da rainha também ajudaram consideravelmente na arrecadação dos clubes. Xepa também falou sobre a importância da Festa Pomerana e do engajamento de cada clube em fazer uma festa cada vez melhor, mesmo com menos dinheiro em caixa. Confira mais detalhes na entrevista.

Também compareceu à coletiva, o prefeito municipal de Pomerode, Ércio Kriek, que realizou a formalidade de assinatura da prestação de contas. Em entrevista ao repórter Lucas Adriano, Ércio destacou a importância social do evento, que pertence à comunidade, enaltecendo a parceria entre prefeitura e fundação cultural. O prefeito também enfatizou que a falta de repasses vindos de instâncias superiores, além de problemas com a captação de recursos da Lei Rouanet, também foram elementos que contribuíram para uma menor arrecadação na edição de 2018 da Festa Pomerana.

Fotos: Lucas Adriano - Rádio Pomerode

Data: 29/03/2018
2017 - Todos os Direitos Reservados à Rádio Pomerode.
Site desenvolvido por:
Alho-poró e DM System